Vergonha do Inter contra o Guarany faz Coudet chegar ao fim do ciclo junto ao clube

INTERNACIONAL


A grande vergonha do Inter na partida contra o Guarany fez com que Eduardo Coudet chegasse ao fim do ciclo junto com o clube. A noite da última quarta-feira gerou um certo incômodo para os torcedores colorados, tendo em vista aquilo que foi apresentado dentro de campo, além disso, também houve a quebra de um tabu gigantesco para piorar.

Na última quarta-feira, o Clube do Povo entrou em campo para disputar a quarta rodada do Campeonato Gaúcho e acabou perdendo a invencibilidade. Fora de casa, o time vermelho acabou sendo derrotado pelo Guarany de Bagé, por 2 a 1, marcando a primeira derrota colorada nesta edição da competição estadual, irritando os torcedores.

O resultado do jogo, inclusive, acabou quebrando um tabu gigantesco. Isso porque o time de Coudet foi responsável por quebrar o ciclo de 56 anos que o Inter tinha sem perder para esse adversário em questão. Tony Júnior e Michel marcaram os gols dos donos da casa, e Pedro Henrique, de pênalti, descontou, todos os tentos aconteceram no primeiro tempo.

Coudet justifica fim da invencibilidade colorada

Depois do confronto, Eduardo Coudet foi para a sala de imprensa e deu uma entrevista coletiva para dar as explicações aos torcedores por conta do péssimo resultado obtido fora dos seus domínios. Segundo ele, a escolha pelos reservas não seria por subestimar o adversário, existindo uma obrigação pela vitória independente daqueles que entrarem em campo.

“Quero ganhar. Posso falar de dividir tempo, o planejamento. Não subestimamos o Guarany. Sempre quero ganhar. Coloquei gente que pode melhorar o time. Sinto o que ocorreu, mas a verdade é que perder é doloroso e temos que tirar conclusões e avaliações. Por isso digo que todos têm a possibilidade de jogar. Temos de construir para o futuro, mas eu quero ganhar”, declarou.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *