Maldição dos novos contratados: reforços se machucam e afetam 7 times grandes

INTERNACIONAL


Os primeiros meses do ano no futebol brasileiro são repletos de notícias e especulações relacionadas ao mercado da bola. As negociações, compras, vendas e empréstimos de atletas agitam os torcedores. Cada novo nome faz gerar críticas ou aplausos. Mas, em 2024, uma outra preocupação tem se feito presente entre os grandes times do País. Muitos reforços estão se lesionando logo em suas primeiras partidas.

Essa “maldição” já afeta os trabalhos de Palmeiras, Corinthians, Santos, Botafogo, Cruzeiro, Internacional e Grêmio nesta temporada. A curta pré-temporada e o nível de exigência física com os Estaduais são fatores que complicam a preparação dos atletas para um ano desgastante com quase 70 partidas previstas.

Bruno Rodrigues se lesionou gravemente e ficará cerca de cinco meses fora de combate. Foto: Cesar Greco/Palmeiras

No Palmeiras, por exemplo, outro fator gerou reclamações: a situação do gramado sintético do Allianz Parque. O estado do termoplástico – material usado para absorção do impacto dos atletas – derretido e formando uma pasta que grudava na sola da chuteira dos jogadores tornou impraticável o futebol na arena.

Foi no Allianz Parque que o atacante Bruno Rodrigues sofreu uma grave lesão no joelho direito no segundo jogo do ano, diante da Inter de Limeira. Ele fez uma artroscopia e deve voltar aos gramados em quatro ou cinco meses. Não há, porém, comprovada correlação entre a contusão e o estado do gramado, que passará por reforma com a troca do termoplástico por um material de cortiça.

Quem também criticou o gramado do Allianz foi o meia Giuliano, do Santos. Contratado para ser um dos líderes do elenco alvinegro no Paulistão e na Série B, o atleta de 33 anos tinha um edema na panturrilha, foi poupado da primeira parte do clássico com o Palmeiras, mas, quando entrou, ficou apenas 10 minutos em campo. Ele sentiu um agravamento da contusão e fica afastado por mais alguns dias.

No Corinthians, o equatoriano Diego Palacios, lateral-esquerdo que veio do Los Angeles FC, dos Estados Unidos, teve um problema no menisco durante o jogo com o São Bernardo além de uma lesão no tendão do músculo posterior da coxa direita. Ele passou por uma artroscopia e não tem prazo definido de recuperação.

Botafogo, Cruzeiro, Internacional e Grêmio também tiveram problemas com novos reforços. No clube alvinegro, o goleiro John e o atacante Jeffinho sentiram lesões musculares no jogo com o Novo Iguaçu, no sábado passado. Gabriel Veron, que veio do Porto para o conjunto celeste, passou por cirurgia para corrigir um problema no pé.

No Inter, o goleiro Ivan, em sua estreia, rompeu os ligamentos do joelho e fica fora por ao menos oito meses. “Não é uma situação tranquila. É um jogador que acabou de chegar, é algo que pode acontecer”, avaliou o técnico Eduardo Coudet. Por fim, o Grêmio também viu sua grande contratação, o ex-santista Soteldo, machucar a coxa e deve se recuperar em até três meses. “Infelizmente no momento a gente perdeu um dos principais jogadores do nosso time, vem nos ajudando bastante”, comentou Renato Gaúcho, comandante tricolor.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *