Herói do título da Copa Africana teve câncer e ficou seis meses parado < No Ataque

INTERNACIONAL


O atacante Sébastien Haller teve tumor no testículo e ficou seis meses parado antes de ser tornar o protagonista do título da Costa do Marfim na Copa Africana de Nações.

Conquista dentro e fora de campo

Haller foi o herói da semi e da final da Copa Africana. O camisa 22 fez os gols decisivos contra África do Sul e Nigéria, respectivamente.

Um ano atrás, ele retornava aos gramados depois de se recuperar de um câncer. O jogador ficou sem atuar entre julho de 2022 e janeiro do ano seguinte.

Haller foi diagnosticado logo após ter sido contratado pelo Borussia Dortmund. O time alemão desembolsou, na época, mais de R$ 180 milhões para tirá-lo do Ajax.

O atacante precisou fazer cirurgia e sessões de quimioterapia. Os procedimentos foram um sucesso e evoluiu rapidamente no tratamento.

Principal arma ofensiva da Costa do Marfim, ele ainda ficou fora da fase de grupos do torneio. Haller tratava lesão e só foi utilizado no mata-mata, mas cresceu quando a seleção mais precisou dele.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *