Mehdi Taremi é aguardado em Milão para realizar exames médicos e assinar com a Inter

INTERNACIONAL


Jogador tem contrato com o Porto até 30 de junho e chegará ao time italiano como agente livre

12 fev
2024
– 16h07

(atualizado às 16h07)




Mehdi Taremi comemora gol pelo Porto

Mehdi Taremi comemora gol pelo Porto

Foto: MIGUEL RIOPA | AFP via Getty Images / Esporte News Mundo

O atacante Mehdi Taremi, do Porto, de Portugal, a partir da próxima temporada, será jogador da Inter de Milão. Segundo o jornal “Corriere dello Sport”, o jogador é aguardado na Itália, nesta terça-feira (13), para realizar exames e caso seja aprovado, assinar com a equipe comandada pelo técnico Simone Inzaghi.

O vínculo de Mehdi Taremi com o Porto se encerra em 30 de junho. Sendo assim, o atleta chega à Inter de Milão como agente livre. De acordo com o jornalista Fabrizio Romano, especialista em mercado de transferências, o iraniano assina com os Nerazzurri até junho de 2026, com mais uma temporada de opção.

Nascido em 1992, Mehdi Taremi está em sua quarta época pelo Porto. O iraniano foi contratado pelo time português na temporada 2020/21. Até o momento, pelo Dragão, o atacante disputou 171 jogos e balançou as redes adversárias 86 vezes.

Recentemente, Mehdi Taremi esteve com a Seleção Iraniana na disputa da Copa da Ásia. O Irã foi eliminado pelo Catar, que viria a ser o campeão da competição, por 3 a 2, na semifinal. No torneio, em cinco jogos disputados, o atacante marcou três gols, sendo dois diante dos Emirados Árabes Unidos e o outro contra a Síria.

Além do Porto, Mehdi Taremi acumula passagens por Shahin Bushehr, clube em que se profissionalizou, Iranjavan e Persepolis, do Irã, Al-Gharafa, do Catar, e Rio Ave, de Portugal.

Na atual temporada, entre Campeonato Português, Supertaça, Taça da Liga e Champions League, Mehdi Taremi disputou 24 jogos pelo Porto, sendo titular em 21 e contribuindo saindo do banco de reservas em outros três. O atacante anotou seis tentos e distribuiu quatro assistências para seus companheiros balançarem as redes adversárias.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *