Confira as notas dos jogadores do Inter na vitória sobre o Juventude

INTERNACIONAL


Com a liderança garantida, o Inter foi a Caxias do Sul e venceu o Juventude por 2 a 1 com um time quase totalmente reserva. Além da vitória, a partida serviu para que a torcida pudesse observar melhor alguns jogadores que têm tido poucas oportunidades. Entre eles, destaque para os autores dos dois gols, Hyoran e Wesley. No gol, Anthoni fez defesas importantes e mostrou mais segurança. Gustavo Prado foi outro que mostrou muita disposição e deu assistência.

Confira as notas

Anthoni: Se apresentou mais seguro que nas partidas anteriores. Muito bem embaixo do gol, salvou o Inter ao menos duas vezes, com grandes defesas. Ainda precisa melhorar nas saídas. Nota 8

Bustos: Teve atuação mais defensiva, em função dos avanços de Erick. Levou a melhor em boa parte das disputas. Discreto ofensivamente. Nota 6

Igor Gomes: Atuação discreta e uma vitória importante sobre Gilberto. Nota 6

Vitão: Bem posicionado defensivamente e contribuição na saída de bola. Nota 6

Robert Renan: Foi testado na lateral esquerda e mostrou que pode ser uma opção para substituir Renê. Nota 6

Rômulo: Teve atuação defensiva regular, com erros pontuais. Poderia contribuir mais quando o time tem a bola. Nota 6

Bruno Gomes: Boa atuação na segunda função de meio campo. Contribuiu com o início de jogadas, como a do primeiro gol. Nota 7

Hyoran: Jogou próximo aos atacantes, teve boa movimentação e marcou gol. Nota 8

Gustavo Prado: Mostrou disposição e personalidade. Deu cruzamento para o segundo gol. Pode contribuir ao longo da temporada. Nota 7

Wesley: Teve boa movimentação e velocidade, marcou um gol nos primeiros instantes do segundo tempo e em seguida acertou uma bomba no travessão. Nota 8

Lucca: Se movimentou bem e participou das duas jogadas de gol. Nota 7

Técnico Lucho González: Na ausência de Coudet, soube comandar o time reserva e usar os titulares de forma estratégica. Nota 7

Aránguiz: Equipe retomou o meio de campo com sua entrada. Deu tranquilidade e segurança. Nota 7

Bruno Henrique: Entrou para renovar o gás da equipe ofensivamente. Funcionou. Nota 6

Wanderson: Assim como Bruno Henrique, renovou o fôlego do time. Cumpriu o papel. Nota 6

Alan Patrick: Jogou cerca de 15 minutos. Não foi o motor do time como de costume. Levou um amarelo fora da jogada. Nota 6

Renê: Entrou no fim, sem nota.


Veja Também





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *