Vereadores rejeitam projeto para implantar lixeiras subterrâneas em Porto Alegre

GRÊMIO


Por

Redação Rádio Pampa

| 28 de março de 2024

A Câmara Municipal de Porto Alegre rejeitou o projeto de lei que previa a criação do sistema de coleta subterrânea de resíduos na Capital. A proposta é de autoria do vereador Jonas Reis (PT).

“As lixeiras subterrâneas podem substituir, com vantagens, os atuais contêineres de coleta de resíduos. Por ficarem abaixo do solo e fechadas, evitam o vandalismo, a triagem irregular realizada nas calçadas e a coleta clandestina. Assim, aumentam a quantidade e a qualidade dos resíduos da coleta seletiva encaminhados para os galpões de reciclagem, beneficiando centenas de famílias que vivem da triagem de resíduos”, justificou o vereador ao apresentar o projeto, que foi rejeitado em votação na quarta-feira (27).

“Do ponto de vista urbanístico, o sistema traz vantagens em relação à coleta ‘conteinerizada’: não há emissão de odores característicos de contêineres, libera vagas de estacionamento, embeleza a cidade, contribui para a limpeza das ruas e, assim, cria bem-estar para a população, além de reduzir custos com limpeza”, argumentou o vereador.

Segundo Jonas Reis, o sistema de coleta subterrânea é adotado em inúmeras cidades brasileiras. Os recipientes utilizados, que contam com sensores que informam quando estão cheios, recebem os resíduos orgânicos e recicláveis por meio de tampas no nível da rua.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *