Depois de desbancar o Inter, Juventude tenta surpreender o Grêmio na final do Gauchão

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


Muitos esperavam Gre-Nal. Mas o Juventude mandou para o espaço os prognósticos e, pelo terceiro ano consecutivo, o Grêmio terá pela frente um time do interior na final do Campeonato Gaúcho. Às 16h30min deste sábado (30), alviverdes e tricolores iniciam a disputa de 180 minutos em um Alfredo Jaconi que estará lotado em Caxias do Sul.

Até a tarde de sexta-feira (29), 8.876 ingressos haviam sido vendidos para as duas torcidas. A expectativa é de quase 20 mil torcedores no Jaconi, que tem capacidade oficial para 19.924 pessoas. 3 mil desses lugares serão destinados à torcida gremista.

Discursos de Juventude e Grêmio são de respeito ao adversário

É nesse cenário que o Juventude inicia a tentativa de evitar o heptacampeonato consecutivo do Grêmio e chegar à sua segunda conquista estadual depois de 26 anos. A receita para isso? Repetir o que foi feito na semifinal, em que eliminou o badalado Internacional nos pênaltis, no Beira-Rio, depois de dois empates no tempo normal.

— Quando você joga contra um equipe assim, de qualidade, você tem que saber marcar. A gente fez isso em casa e fora. E não é diferente do Grêmio. A gente joga em casa, vai jogar pela vitória, mas é uma equipe também que fez por merecer estar na final, e temos que ter atenção nos jogadores de qualidade deles para fazermos um bom jogo, levarmos um bom resultado para a Porto Alegre, e mais uma vez fazermos um bom jogo lá e buscar o título — projetou o meia Jean Carlos em entrevista coletiva na véspera do jogo de ida da final.

O respeito entre as equipes é recíproco. No outro lado, mesmo tendo favoritismo pelo investimento e pela qualidade técnica do elenco quem tem à disposição, Renato Portaluppi elogiou o time de Roger Machado, que foi seu antecessor no comando do Grêmio em duas oportunidades. Além de eliminar o Inter, o Juventude também deu muito trabalho para o Tricolor na primeira fase, apesar da vitória gremista por 1 a 0, em Porto Alegre.

— Dar os parabéns ao Roger, pelo excelente trabalho que ele vem fazendo no Juventude, ao grupo do Juventude, parabenizá-los, por estar em uma final de campeonato que é bastante disputado. Não só porque eles eliminaram nosso maior rival, mas pelo que eles fizeram nos dois jogos. E uma final é sempre uma final. Ninguém chega por acaso em uma final. […] É mais uma partida de 180 minutos, os primeiros 90 minutos lá em Caxias, os outros 90 minutos aqui, ninguém tem vantagem. Vai ser duro, até pelo que o Juventude vem fazendo. São dois times fortes, dois times da Série A. No momento são os dois clubes que vão disputar a final do estadual, e eles têm todo nosso respeito — ressaltou Renato.

Juventude e Grêmio têm desfalques no sistema defensivo

Além do respeito, outro ponto em comum das equipes são os desfalques. No Juventude, Danilo Boza, substituído aos 10 minutos do jogo de volta da semifinal, contra o Inter, teve confirmada lesão muscular no adutor da coxa e será desfalque. Rodrigo Sam será o substituto. Na lateral direita, João Lucas segue como dúvida. Se não puder atuar, Pará começará o jogo. A provável escalação alviverde tem Gabriel Vasconcelos; Pará (João Lucas), Rodrigo Sam, Zé Marcos e Alan Ruschel; Caíque e Jadson; Lucas Barbosa, Jean Carlos e Edson Carioca; Gilberto.

O Grêmio também tem problemas no sistema defensivo. Geromel, que teve lesão muscular de grau um na coxa, novamente será substituído na zaga por Rodrigo Ely. Na lateral esquerda, com Reinaldo lesionado e Mayk suspenso, o jovem Wesley Costa deve ser o titular. Com lesão no tornozelo, o atacante André Henrique completa a lista de desfalques. A provável escalação gremista tem Caíque; João Pedro, Rodrigo Ely, Kannemann e Wesley Costa; Villasanti e Pepê; Pavón, Cristaldo e Gustavo Nunes; Diego Costa.

Juventude no Campeonato Gaúcho 2024

  • 14 jogos, com 5 vitórias, 5 empates e 4 derrotas
  • 20 gols feitos e 10 gols sofridos
  • 47% de aproveitamento

Grêmio no Campeonato Gaúcho 2024

  • 14 jogos, com 10 vitórias, 2 empates e 2 derrotas
  • 30 gols feitos e 13 gols sofridos
  • 76% de aproveitamento





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *