Renato vê empate “de bom tamanho” no jogo de ida do Grêmio pelas finais do Gauchão, mas admite: “Ficamos devendo”

GRÊMIO


Jogadores do Gremio fizeram o último treino em Porto Alegre antes de viajar para a Bolívia. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O Grêmio não saiu do zero com o Juventude no duelo de ida da final do Gauchão, nesse sábado (30), no Alfredo Jaconi. Na entrevista coletiva dada após a partida, o técnico Renato Portaluppi avaliou o duelo realizado em Caxias do Sul. Para ele, as duas equipes apresentaram um baixo nível técnico. O treinador admitiu que o Tricolor ficou “devendo” e afirmou que o seu time precisa se esforçar mais atuando na Arena.

Durante a partida, as melhores chances foram do Grêmio, que teve que lidar com a forte marcação do Juventude e também um jogo de várias faltas e muitos cartões amarelos. Algo ao qual Renato espera ser diferente na volta, jogando em casa e com a torcida a favor.

“Tínhamos que competir com o Juventude. Ficamos devendo. Jogo muito truncado, meu time é bastante técnico e ficamos devendo, até pela marcação do Juventude. Lá (na Arena) precisamos jogar mais, apoio de 50 mil pessoas e o gramado vai favorecer. Essas armas vamos ter a nosso favor, mas lógico que ficamos devendo. Na pior das hipóteses, um 0 a 0 está de bom tamanho”, ponderou.

O resultado não dá vantagem a nenhuma das equipes para o duelo da volta, mas o Grêmio conquista o sétimo título de Gauchão seguido com qualquer vitória na Arena. Em oito jogos em casa no ano, o time soma sete vitórias, com apenas um empate.

Libertadores

O Domingo de Páscoa foi de muito trabalho para o plantel gremista, que voltou sua atenção para a estreia na Copa Libertadores da América, que acontece nesta terça-feira (2), na Bolivia, diante do The Strongest.

O trabalho no CT Luiz Carvalho foi dividido em duas partes. Os atletas que atuaram pelo menos 60 minutos diante do Juventude se reapresentaram às 11h para um treino de recuperação. Os demais iniciaram as atividades às 10h no gramado.

Após o aquecimento e uma sequência de exercícios físicos, o técnico Renato Portaluppi reuniu o grupo no centro do Campo 1 e conversou durante aproximadamente 10 minutos. Na continuação, comandou um trabalho tático com muita movimentação e ações defensivas e ofensivas de bolas paradas.

Na parte final, agora com três equipes montadas no Campo 2, uma disputa de 8×8 em meio campo. O time de fora podia auxiliar se necessário. Soteldo, com colete de outra cor, atuou como coringa quando acionado pela equipe com a posse de bola.

O treino contou com a participação de 11 atletas da Sub-20: Igor, José Guilherme, Viery, João Lima, Athos, Kaick, Caio Araújo, Cheron, Guga, Riquelme e Jardiel.

O zagueiro Bruno Uvini, voltando de lesão, treinou em separado no Campo 3 e correu em volta do gramado.

A delegação gremista segue em vôo fretado para Santa Cruz de La Sierra nesta segunda e permanece concentrada na cidade até o dia do jogo. A programação aponta treinamento às 16h no próprio hotel. A viagem para La Paz ocorre na tarde de terça. O jogo contra o The Strongest, no Estádio Hernando Siles, começa 21h.