Brad Pitt desistiu de guarda conjunta dos filhos: guerra judicial com Angelina Jolie está perto do fim

INTERNACIONAL


O processo de divórcio foi iniciado ainda em 2016 e, desde então, tomou rumos cada vez mais complexos. (Foto: Reprodução)

Brad Pitt desistiu de ter guarda conjunta dos filhos com Angelina Jolie, e o processo de divórcio — iniciado ainda em 2016 — pode finalmente chegar ao fim. As informações foram reveladas por uma fonte ao Daily Mail na última quinta-feira (28).

O ator de 60 anos solicitava uma divisão 50/50 em relação aos seis filhos, mas agora não contesta mais o assunto. Com isso, Angelina Jolie terá a guarda principal dos jovens, e Brad Pitt poderá visitá-los e recebê-los de acordo com as regras determinadas.

Um fator importante nessa decisão foi a idade dos filhos atualmente, já que apenas Shiloh (17 anos, mas fará aniversário já em maio) e os gêmeos Knox e Vivienne (15 anos) são menores. Acredita-se, ainda, que os filhos mais velhos — Maddox (22 anos), Pax (20), e Zahara, (19) — tenham relacionamento difícil com Brad; e como adultos não fazem parte de acordo de custódia.

Shiloh, inclusive, decidiu que vai morar com o pai, noticiou a revista In Touch recentemente. Segundo as fontes da imprensa internacional, a jovem possui um ótimo relacionamento com a mãe, mas quer novos ares. Um dos contatos da publicação relatou que Brad ficou “extasiado” quando a filha lhe contou sua decisão.

Angelina Jolie e Brad Pitt deram início ao seu relacionamento em 2006, trocaram alianças em 2014 e se separaram em 2016; desde então, amargam o processo turbulento de divórcio.

Além da guarda dos filhos, uma das últimas resoluções do divórcio dizia respeito à vinícola francesa Château Miraval, comprada por eles em 2008. No processo, Brad reclamava que Angelina não poderia ter vendido a parte dela sem consultá-lo; a justiça dos EUA, no entanto, deu razão à atriz recentemente.

Ao longo da batalha judicial, Angelina acusou o ex-marido de agressão. Um incidente em um avião em 2016, quando Brad teria partido para agressões físicas e verbais contra a então esposa e os filhos, teria sido a gota d’água.

Em 2020, o jovem Pax deixou claro em um post (que veio à tona só recentemente) que a relação com o pai não era nada amigável. À época com 16 anos, ele escreveu no Instagram: “Você transformou a vida das pessoas próximas a mim em um inferno constante. Você pode dizer o que quiser a si e ao mundo, mas a verdade será revelada algum dia. Você nunca entenderá o dano que causou a minha família”, Pax afirmou após chamar Pitt de um “babaca de classe mundial, que faz os quatro filhos mais novos tremerem de medo”.