Hans Ancina: peso da camisa não fez diferença ao Grêmio na estreia da Libertadores

GRÊMIO


Na altitude, sabíamos que seria difícil. Com reservas, ficou mais complicado ainda. Com os problemas que o time titular tem, nem mesmo o peso da camisa e a tradição do Grêmio na competição fizeram diferença contra o The Strongest.

Eu vou citar o nosso querido Maurício Saraiva. Nos comentários da Jornada Esportiva da Gaúcha, ele falou sobre a atuação de Nathan Pescador: 

— O que esperar de um jogador que já tem dificuldades de jogar bem na planície em uma altitude de quase 4 mil metros?

Claro, a intenção não é prejudicar o “CPF”, mas apenas falar de forma crítica da entrega profissional. Concordo muito e, sobre isso, adverti durante o programa Gol a Gol, da Rádio 92. Mesmo assim, esperava uma entrega um pouco maior por parte deste jogador.

O erro foi calculado e assinalado por quem decidiu colocar os reservas em campo. Eu ainda acredito ter sido a melhor opção a se fazer, mesmo esperando um desempenho melhor do Grêmio. Agora, com os titulares na Arena, na terça-feira (9), o Tricolor precisa mais do que vencer o Huachipato. Vamos, Grêmio!



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *