Derrota do Grêmio aumenta responsabilidade em decisão contra o Juventude – Surgiu

GRÊMIO


A escolha do técnico Renato Portaluppi para o Grêmio foi iniciar a Libertadores com reservas e o resultado não foi dos melhores: derrota para o The Strongest em La Paz. O treinador minimizou o revés e reiterou que pensamento está na final do Gauchão, no sábado, às 16h30min, diante do Juventude. O comandante gremista inclusive garantiu que o time trata todos os jogos com a mesma responsabilidade, mas que não podia arriscar titulares na Bolívia. O comentarista da Rádio Guaíba Cristiano Oliveira destacou que o duelo pelo estadual aumentou de importância depois da decisão tomada por Renato.

“A partir da coletiva do Renato podemos tirar três impressões. A primeira delas é de que o jogo de sábado ganhou mais importância. A obrigação do Grêmio é ainda maior depois dessa estreia cheia de preservações na Libertadores. Priorizar o Gauchão em detrimento a Libertadores não é certeza de vitória. O Grêmio fez isso em 2017 e caiu para o Novo Hamburgo para as semifinais”, explicou Oliveira.

Renato destacou que o Grêmio entra concentrado em todos os jogos e cada compromisso é importante. “Em todos os jogos nós temos responsabilidade. A gente trabalha para buscar os melhores resultados, mas essa logística que fiz eu faria de novo. Se tivéssemos saído daqui com um empate ou com uma vitória, todos estariam aplaudindo a decisão. Agora, terei um time descansado para uma decisão e o apoio de 50 mil pessoas na Arena”, acrescentou.

Foto: Lucas Uebel/Gremio FBPA

O analista ainda comentou o grupo do Grêmio no torneio, que ainda conta com Estudiantes, de La Plata, e Huachipato, velho conhecido do Tricolor. “Este grupo do Grêmio não é uma chave fácil. Para o clube ter alguma tranquilidade para classificar vai precisar fazer 12 pontos de 15, ou seja, são quatro vitórias. Isso significa que o Grêmio vai ter de buscar um triunfo fora de casa, seja no Chile ou na Argentina”, pontuou.

Oliveira ainda considerou que a partida contra o The Strongest era possível de ser vencida. “Se o Grêmio tivesse um pouco mais de qualidade em campo, o resultado poderia ser diferente. O time poderia ter traduzido em gols a vantagem que em determinado momento teve em campo”, colocou.





Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *